Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Saidinha da casca

O blog pessoal de uma aprendiz da vida. Espaço de partilha de devaneios, teorias sensacionalistas, gostos, ideias, curiosidades e opiniões pertinentes sobre tudo, nada e mais um pouco.

Saidinha da casca

O blog pessoal de uma aprendiz da vida. Espaço de partilha de devaneios, teorias sensacionalistas, gostos, ideias, curiosidades e opiniões pertinentes sobre tudo, nada e mais um pouco.

O filme a não ver com avós desbocadas

Este domingo aproveitei que os canais TvCine estavam em sinal aberto para ver o filme "Bem vindo a Nova Iorque". A história é inspirada pelo escandalo sexual de Dominique Strauss-Kahn, o ex director do FMI, que em 2011 violou uma funcionária de um hotel em Nova Iorque. As primeiras cenas mostram a promiscuidade do francês. Quando chega ao hotel são muitas as cenas com amigos à volta de uma mesa de bebidas e muitas "meninas da vida". Logo na primeira cena mais gráfica da coisa a minha avó muito indignada "este filme num presta", "tu deixas a tua filha ver estas coisas?". Como se eu não tivesse 21 anos, a ingenuidade das avós é fantástica. Depois saem as meninas e achei que acabava por aí. Tá bem tá, logo a seguir entram mais duas a interagir uma com a outra e tal e o gorducho a ver "elas são quê? "lébicas"? Isto num presta vou pra cama", "coitadas duas novas com aquele velho, também não têm uma vida fácil". Não sei como mas a minha avó lá aguentou pela metade do filme "ah pensei que ia ser sempre aquilo", tive de lhe explicar que aquilo era o contexto pra a história em si do escândalo. Só hoje ao almoço, de rompante, me perguntou "e o outro foi preso?". Passados os típicos segundos de tentar descobrir de que parte do céu caiu aquela pergunta lá cheguei e respondi "não", e ela "NÃO?", e eu "nãoooo", depois "ah quem tem dinheiro regala-se é como o Sócrates". A minha avó é como uma ostra, só me dá pérolas.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.